EventosRH

Atitudes Preventivas ao Desemprego

Por: Paulo Pereira   13/07/2011 - 08h25m


Siga-nos: Siga-nos no Linkedin  Siga-nos no Facebook

Muitas pessoas, religiosas ou não,  defendem e acreditam que o nosso destino na vida já está traçado. Que o que tudo acontece com você já estava determinado e escrito, por assim dizer, e que iria mesmo acontecer. Que você tem o dia e a hora certos para morrer, independentemente das ações e atitudes que possa tomar na vida para mudar esta escrita.
 
Respeito os sentimentos e convicções de todas essas pessoas, embora alimente uma crença e uma convicção pessoal de que as coisas não são bem assim. Se você quiser morrer antes da data e hora previstas, comece a ter atitudes e ações que concorram para isto, como por exemplo: fume,  beba em excesso, use drogas, dirija seu carro além dos limites da máquina e principalmente sempre fora dos limites de velocidades e recomendações legais. Tenha uma vida sedentária. Não pratique esportes, ou pratique esportes radicais sem os cuidados elementares de segurança. Coma além do que seu corpo precisa para o dia. Não se preocupe com a qualidade de sua alimentação. Só vá ao médico quando estiver em uma maca ou cama. Seu objetivo nefasto será alcançado. Certamente viverá menos do que estava potencialmente previsto para você.Creio eu, que para os que acreditam na existência de uma força superior que rege tudo o que está à nossa volta, em Deus, como eu acredito, é de se esperar, e desde que tenham na vida atitudes coerentes com o desejo, que esta força superior, seu Deus, considere que vale a pena você ficar ainda por aqui, além do tempo que estava pré-determinado,  para continuar servindo para ele de instrumento para alguma missão ainda não concluída. Diante disto, acredito que você conseguirá algumas horas extras a mais para ficar por aqui. E não me perguntem por que.  Simplesmente acredito e pronto. Não há uma lógica. É só uma crença que me faz muito bem.Deus, ou a força superior que você acredita, se é que acredita em alguma força neste sentido, certamente tem muito mais o que fazer do que ficar pajeando quem não está nem aí consigo mesmo, com seu futuro e com sua missão na vida. Agindo assim, certamente vai prevalecer o mandamento bíblico: Não chame meu nome em vão... Numa interpretação livre: agora não adianta chorar. Voltando ao tema deste central deste capítulo, e comparativamente, ninguém está imune a ficar sem trabalho de uma hora para outra, por pequeno, médio ou grande período que seja, mas,  fazendo trocadilho com os desígnios da Divindade, você não entra numa empresa com data e hora certa para ser demitido, mas tanto podem ser antecipadas ou postergadas até a aposentadoria, dependendo também das ações e atitudes que possa tomar em seu dia-a-dia na empresa.Uma demissão acontece por inúmeras razões,  todas elas quase sempre fora de nosso controle individual, como por exemplo: saltos tecnológicos, mudanças nas políticas econômicas, mudanças no relacionamento comercial entre mercados, o encurtamento das distâncias e diminuição de barreiras entre nações, a competitividade entre as empresas, alterações no sistema produtivo, falência, concordata,  e por aí afora.Um grande parte delas, entretanto, está relacionada com a forma com que atuamos na empresa e cuidamos de nossa carreira, em termos de qualificação, competência e visão de futuro.
 
É preciso que cada um de nós também tome iniciativa, em várias direções em nosso dia-a-dia, que nos capacite e nos de a tranqüilidade e o equilíbrio necessário para o enfrentamento da demissão,  quando e na hipótese de ocorrer, mas que também nos ajude  para sermos escolhidos para continuar por mais algum tempo na empresa ou  que limite esta situação à apenas às condições para as quais não tenhamos concorrido. Entre as várias atitudes e ações preventivas, entre tantas outras, podemos citar:
  
- Fazendo o que gosta
- Competência e qualificação profissional
- Comportamento ético como um aliado
- Atenção ao cenário para novas oportunidades 
- Mantendo e ampliando sua rede relacionamentos
- Corpo, mente e espírito sempre saudáveis
- Fundo econômico e financeiro preventivos
- Atividades paralelas com renda suplementar
- Conte com Deus e a sorte, mas faça sua partee
   
    Autor: 
 

Paulo Pereira, Diretor Presidente da Eventos RH
Autor do livro Profissionais & Empresas - Os Dois Lados de Uma Mesma Moeda no Mercado de Trabalho, Editora Nobel.


clique aqui.
 




Siga-nos: Siga-nos no Facebook  Siga-nos no Linkedin
 Cadastre-se para receber nossos informativos.     Cadastre também sua empresa.