EventosRH

Como Divulgar a Sua Disponibilidade

Por: Paulo Pereira   13/07/2011 - 08h37m


Siga-nos: Siga-nos no Linkedin  Siga-nos no Facebook

Esta é a fase mais complicada para quem precisa participar de processos de recrutamento e seleção. Além de mais complicada, é também a que oferece mais gastos para a pessoa, muitas vezes na pior hora possível, financeiramente falando. Além destes aspectos, é a fase mais desgastante, emocionalmente falando, e a mais cansativa, fisicamente falando.
 
Em primeiro lugar, adote a seguinte e firme postura. Você não está simplesmente procurando alguém que lhe dê um emprego ou um trabalho remunerado. Mais do que isso, o seu grande desafio é mostrar à pessoa ou empresa que está procurando por alguém com suas qualificações, habilidades e experiência, que você também está procurando por eles.
 
Um processo de seleção, fundamentalmente, é um processo de escolhas mútuas. Sua e da empresa. Não adote a postura de torcer para ser sempre o "escolhido". Nesta fase você precisa se esforçar para ampliar suas possibilidades e chances de também poder escolher a empresa que quer trabalhar.
 
Sendo seu esforço pequeno nesta fase, as chances de você ter a iniciativa de escolher serão reduzidas. Vai ter que torcer, e muito, para ser o escolhido. A fila das pessoas que querem ser escolhidas é infinitamente maior do que a fila dos que estão escolhendo as melhores alternativas. Pense nisto.
 
Outra postura. Mude o discurso. Não diga que você está desempregado. Esta palavra acaba gerando um sentimento de pena, de compaixão, etc. E esse sentimento é o que menos conta na maioria dos processos seletivos, acredite. Não é comum alguém oferecer emprego a você por esta razão. Amigos, amigos, negócios à parte.
 
Ao invés de dizer que está desempregado, diga que agora você está disponível para poder entrar na empresa e que tem reais qualificações para ajuda-la ainda mais na busca dos resultados que ela pretende com a contratação de alguém para a posição em disputa. Diga desta mesma forma ainda que esteja trabalhando, com todo a ética, profissionalismo e cuidados que a situação exige nestes casos.
 
Como já dissemos em itens anteriores, ao se decidir por uma nova recolocação no mercado de trabalho faça isto de maneira planejada. São várias as alternativas disponíveis para você divulgar a sua disponibilidade. Algumas gratuitas e outras através de serviços de assessoria, com cobrança de honorários.
 
Tenha consciência do seguinte: Pessoas desempregadas (disponíveis) ficam muito vulneráveis no mercado de trabalho e expostas a todo tipo de charlatanismo, o que pode acarretar prejuízos, mais angústia e frustrações de toda ordem.
 
Ao utilizar os recursos existentes, mesmos os do tipo "gratuito", procure certificar-se da qualidade dos serviços, das eventuais garantias, e, principalmente, da idoneidade de quem está propondo ajuda ou serviços. Não entregue ou envie seu currículo sem estes cuidados, senão, ao invés de ajudá-lo, isto poderá proporcionar muitos aborrecimentos.
 
Você pode usar as alternativas por etapas ou ao mesmo tempo. Destacamos as seguintes:
 
- Contatos Com Amigos e Conhecidos
- Respondendo Anúncios
- Quadros ou Placas de Avisos
- Agência de Empregos
- Empresas de Assessoria no Recrutamento, Seleção e  Contratação
- Empresas de Assessoria na Recolocação Profissional
- Currículo Dirigido
- Navegando Pela Internet
   
    Autor: 
 

Paulo Pereira, Diretor Presidente da Eventos RH
Autor do livro Profissionais & Empresas - Os Dois Lados de Uma Mesma Moeda no Mercado de Trabalho, Editora Nobel.


clique aqui.
 




Siga-nos: Siga-nos no Facebook  Siga-nos no Linkedin
 Cadastre-se para receber nossos informativos.     Cadastre também sua empresa.